notícias

Home » notícias

Chá Verde e Exercício Físico

 

Combinação importante para praticantes!

 

Os benefícios do chá verde e da atividade física são bem conhecidos pela maioria das pessoas. O que pouca gente sabe é que o chá verde pode potencializar os efeitos da atividade física e neutralizar a ação de outras substâncias que são produzidas durante os exercícios.  Entenda um pouco mais e compartilhe com seus amigos.

 

Durante o exercício físico são produzidas substâncias que promovem o bem-estar e aumentam o prazer, mas também há produção de radicais livres, que aceleram o envelhecimento celular e causam danos provocados pelo estresse oxidativo, como por exemplo, câncer, diabetes e aterosclerose. Nesse sentido, duas principais vias podem defender o corpo. Uma está relacionada com a própria adaptação física proporcionada pela prática regular de exercício e a outra pela ingestão de substâncias com poder antioxidante.

 

Os chamados antioxidantes naturais podem ajudar a reduzir os efeitos nocivos provocados pelo acúmulo de radicais livres. Nesse aspecto, o chá verde se destaca por conter grande quantidade de substâncias antioxidantes. A quantidade de polifenóis presentes em 200ml de chá verde varia entre 320 a 350 mg, superando a quantidade de polifenóis que encontramos em uma porção de espinafre ou brócolis, por exemplo. Essa é uma das principais razões para que o chá verde seja consumido após o exercício. Outro ponto importante é que a água presente no chá ajuda na hidratação do corpo depois do treino.

 

Além disso, o chá verde pode acelerar o metabolismo. Isso mesmo! Pesquisas mostram que o consumo dessa bebida pode aumentar a taxa de metabolismo basal, em outras palavras, aumenta a queima de caloria durante o repouso, contribuindo assim para a redução de gordura corporal.

 

Um estudo realizado na Universidade de São Paulo (USP) mostrou que o consumo de chá verde é efetivo para diminuir a gordura do corpo, sem que haja perda de massa muscular. O chá verde, juntamente com o exercício físico resistido do tipo musculação, contribui também para a redução de triglicérides, ganho de força e massa muscular. Adicionalmente, uma revisão de estudos publicada na Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, sugeriu que incluir os compostos do chá verde na alimentação pode ajudar no tratamento da obesidade, principalmente por aumentar o gasto energético, a oxidação lipídica (queima de gordura do corpo) e diminuir a absorção das gorduras.

 

A presença da cafeína no chá verde dá mais disposição, principalmente naqueles dias em que a preguiça parece querer dominar o seu corpo. Uma xícara, minutos antes do treino, pode ter um efeito positivo na disposição e também na queima de gordura. Algumas pessoas estão mais acostumadas com grandes quantidades de cafeína e precisam de uma porção mais generosa do chá para sentir esse efeito. Mas, não precisa exagerar na dose, pois o excesso pode atrapalhar a absorção de alguns nutrientes.

 

O chá verde que oferece todos esses benefícios é aquele obtido por desidratação, que pode ser feito por infusão das folhas. Chá verde de latinha ou de caixinha não tem o mesmo efeito, além de conter açúcar.

 

Atenção: Em hipertensos, gestantes e crianças a ingestão deve ser individualizada e orientada por um nutricionista e médico, em virtude das substâncias estimulantes presentes no chá.

leia todas

© 2012 - Clínica Mega Training - Direitos reservados

atual interativa