notícias

Home » notícias

Cientistas criam medicamento que duplica os efeitos do exercício físico

Cientistas do Instituto de Pesquisas Scripps estão desenvolvendo uma droga conhecida como SR9009, que promete melhorar os efeitos do exercício físico. Testada em camundongos, ela aumenta o nível de atividade metabólica nos músculos esqueléticos dos animais, que desenvolvem músculos maiores e podem correr distâncias mais longas. 
 
Se efeitos semelhantes puderem ser obtidos em humanos, a reversão da obesidade, da síndrome metabólica e talvez da diabetes do tipo II podem ser resultados muito bem-vindos.
 
O medicamento foi desenvolvido pelo professor Thomas Burris, que descobriu que a droga era capaz de reduzir a obesidade em populações de ratos. Ela ativa uma proteína chamada Rev-ErbA?, que influencia a queima de gordura e açúcar no fígado, a produção de células de gordura e a resposta inflamatória do corpo.
 
Estudos anteriores em ratos que não recebiam a Rev-ErbA? mostraram músculos esqueléticos, taxa metabólica baixa e capacidade de correr diminuída.
 
Quando o grupo de ratos passou a receber a proteína, os resultados foram notáveis. A taxa metabólica nos músculos esqueléticos dos ratinhos aumentou significativamente. Os ratos tratados não foram autorizados a se exercitar, mas, apesar disso, desenvolveram a capacidade de correr cerca de 50% mais do que podiam antes de serem interrompidos por exaustão.
 
“Os animais realmente obtiveram músculos como os de um atleta que treina diariamente. O padrão de expressão gênica após o tratamento com SR9009 é a de um músculo do tipo oxidativo – mais uma vez, igual a de um atleta”, disse Burris.
 
O pesquisador observou que os efeitos benéficos do SR9009 em ratos poderiam transitar para as pessoas com síndrome metabólica ou outras condições que reduzam sua capacidade de praticar exercícios.
 
“Temos indícios de que os efeitos da droga são muito semelhantes aos que se veem em alguém que tem distúrbio metabólico e começa a se exercitar. Eles veem uma diminuição do colesterol e de triglicérides, e uma melhora no metabolismo da glicose. E muito disso é devido à transformação do músculo em um metabolicamente mais ativo”, afirma.
 
A torcida é para que os efeitos observados nos ratos possam ser reproduzidos em humanos, e assim auxiliarem em tratamentos para obesidade, síndrome metabólica e diabetes. Outra área em que SR9009 ou uma droga similar pode conferir benefício substancial é compensar a perda de condicionamento muscular geral, que ocorre como um efeito colateral da atividade reduzida causada por doença e/ou envelhecimento. As pessoas com maior probabilidade de desfrutar destes benefícios incluem aqueles que sofrem de artrite grave, insuficiência cardíaca congestiva, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) e outras condições que restringem a capacidade de exercitar.
 
Matéria publicada em portal HypeScience

leia todas

© 2012 - Clínica Mega Training - Direitos reservados

atual interativa